Fez-se tempo

Faz tempo. Tempo se faz?

Do que é feito o tempo?

Tempo é matéria? É sentimento? É onda ou objeto?

Se fez-se tempo, alguém o fez.

Seria eu capaz de fazer o tempo?

Se o tempo existe, ele há de ser concreto.

Quanto de água coloco? Qual a medida correta?

Alguém já fez o tempo dar certo?

Tem certo e errado? Ou meu tempo faço eu?

O que fiz com todo o meu tempo que já se foi?

Fiz pouco do tempo? Ou deixei escorrer?

Consigo completar o que me resta de tempo?

Por que rasguei o tempo que tive?

Se dissolver seus pedaços, consigo torná-los num tempo novo?

Um balde me traz quanto tempo de volta?

Não se refaz o tempo que passou. Mas se faz um novo tempo.

Quantos restos são precisos para que um novo tempo se faça?

Se mexer bem, consigo diluir melhor o meu tempo?

Não tive forças para continuar movendo e meu tempo se enrijeceu.

Em blocos de memórias.

Para guardar em caixas.

E fazer do meu tempo presente uma doação para meu eu futuro.